Sempre associei a expressão “adeus ano velho” a algo ruim. Quase como um xô desgraça!.

Bom, certamente não é assim que me despeço de 2010. Longe de ter sido um ano ruim, embora, é verdade, 2009 foi muito mais extraordinário. Mas, na proporção que 2009 foi feliz pelos momentos de emoção extrema, 2010 foi bom pela mansidão. Um ano docemente feliz, suave. Pacato sim, mas quem me conhece sabe que isso está longe de ser ruim para mim.

Se tem uma coisa que levo de 2010 é o cozinheiro que me tornei (e claro que isso teve consequência nos quilos a mais). O violonista do lar também renasceu com violão novo. Mas o fotógrafo, fica pra 2011...

Não farei pedidos especiais para 2011. Até porque não acredito em resoluções de ano novo. Não faz muito sentido, não é? Se queremos algo, para que esperar o calendário mudar? Por que não começar hoje mesmo a trabalhar por isso? Aliás, trabalhar é a palavra…

Por exemplo, eu sempre quis, pro ano seguinte, emagrecer. Também quero isso para 2011. Por isso voltei à academia há 3 semanas. Não é uma maneira mais prática de atingir os objetivos? Deixem Iemanjá em paz!

Isso não quer dizer que não tenho expectativas… Tenho, tenho sim, e se vier em 2011, que benção! Mas, o que foge do meu controle, que não depende única e exclusivamente do meu empenho, entrego a Deus. Assim como entrego minha gratidão por tudo que Ele me deu no ano de 2010.

Agradeço também a todos que passaram por este blog neste ano de estréia deste meu novo espaço. E espero que continuem por aqui no ano que se inicia. Valendo para as pessoas que gostam de mim, já vale cada linha, cada palavra.

Feliz 2011!

anderson

5 Responses to “Adeus ano velho? Feliz Ano Novo!”

  1. É isso aí, Ândi!
    2010 também foi “não tão ruim assim”, mesmo com os problemas familiares de sempre, até com morte da minha avó, mas o resto foi muito bom…

    Quanto a perder peso, rá! Fiz primeiro!!!…
    só recomendo que não desanime se nos primeiros meses o peso AUMENTAR, ok? Antes de a gordura ser queimada, ganha-se massa muscular… o peso “aumenta”, mas depois começa a cair (quando seu corpo precisar “manter” a massa que ganhou, e fazer mais massa… hehehe)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *