• Já que fazem a associação da Internet com um mar, onde navegamos, dá pra dizer que meu Domingo foi, literalmente, ilhado. Obrigado, Teleafônica, pelo descanso forçado. Mas já deu, né? Pode fazer minha linha voltar a falar.
  • Fim de semana de definições no Campeonato Paulista, mas ficou mesmo a impressão de que já estava tudo definido. Todo mundo com time reserva, sem dar a mínima, mesmo o Corinthians que só joga uma vez por semana e não aproveitou a chance para ajustar o time titular, que está uma porcaria. Escapou de pegar a Ponte Preta, de quem perdeu recentemente em pleno Pacaembu, com um gol do Edno – que ainda assim foi o pior em campo – nos últimos minutos do jogo. E o Palmeiras escolheu ficar em segundo para fugir da Portuguesa. Aparentemente, ótimo negócio, só não podem reclamar se chegarem na final contra o São Paulo e tiverem que jogar a segunda partida com mando do time tricolor. Que pra mim, é o favorito para o título.
  • Fim de semana também de início da fase decisiva pela Série A3 do Paulista. Série A3? Sim, onde está o São Carlos, que aliás, começou muito bem sua arrancada rumo à A2 com 4×1 sobre a Santacruzense, sendo 3 gols do ótimo Evandro Paulista. O time está bem! Se as pernas aguentarem (o time tem sofrido muito com cansaço e contusões), conseguirá o acesso.
  • Como é Segunda-feira, e talvez por inspiração do quadro Medida Certa do Fantástico, comecei a semana decidido a uma dieta séria. Mas em plena Semana Santa, com um monte de trufas encomendadas? Pois é, melhor começar agora que depois.
  • Por falar na série do Fantástico, está legal, pois deixaram de lado todo aquele papo teórico, ideal, do mundo platônico dos médicos e nutricionistas, e estão mostrando as dietas como elas realmente são: chatas, pedantes, difíceis, quase que impraticáveis em nosso cotidiano. Já flagraram que o difícil não é escolher o que comer, mas escolher não comer o que mais gostamos, e que jogam em nossas caras; que exercícios aeróbicos são intermináveis; que frequentar uma academia esbarra na falta de tempo, ou em horários malucos; e que comer pouco causa mau humor. Se bem que aqui vale uma ressalva importante: atribuir a rabugice e antipatia do Zeca à dieta é muita maldade!

anderson

2 Responses to “Drops do final de semana”

  1. A telefônica aqui no condomínio é vilã sem igual. Este mês resolveu dar uma trégua, estamos estranhando!

    Futebol é um saco. Gosto de jogar, ponto.

    Dietas, saúde, atividades… pra eles ainda tem profissionais acompanhando. E quem é sozinho e precisa se auto-enfrentar todos os dias?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *