Eu andarei vestido e armado com as armas de São Jorge para que meus inimigos, tendo pés não me alcancem, tendo mãos não me peguem, tendo olhos não me vejam, e nem em pensamentos eles possam me fazer mal.

Armas de fogo o meu corpo não alcançarão, facas e lanças se quebrem sem o meu corpo tocar, cordas e correntes se arrebentem sem o meu corpo amarrar.

  1. Tive que começar esse post com a Oração de São Jorge porque, depois de hoje, só milagre mesmo para devolver ao Timão a chance do penta. Não que eu não acredite no meu time, pelo contrário. Eu não confio é no time dos outros…
  2. Sem querer adotar o discurso do eu disse, mas, já o fazendo… A diretoria corinthiana dormiu no ponto, e ignorou a absoluta carência de atacantes do time. Só Ronaldo salvaria. E salvou, de uma forma ou de outra, enquanto deu. Mas logo nos primeiros instantes sem ele, a maionese desandou. Ou seja, no fim, rodou, rodou, mas deu a lógica. Fluminense, o melhor elenco, campeão, e o Corinthians pagando pela falta de atacante decente.
  3. É claro que os bambis entregaram contra o Flu. Quer dizer, era óbvio que alguns jogadores jogariam sério, outros jogaram “pra torcida”. Mas não vou criticar. Tenho autocrítica. Jogadores do Corinthians já haviam feito o mesmo ano passado. Mas não perdemos o título por isso, assim como o São Paulo não perdeu por nossa causa ano passado (terminou atrás do Inter). O Corinthians só dependia de si para ser campeão, então, perdeu a chance de ser campeão porque faltou competência. E hoje foi só uma pequena parte do problema, mas perdemos pontos preciosos durante o campeonato pelas deficiências do elenco.
  4. Como nem tudo foi perdido, hoje o Timão garantiu sua vaga na Libertadores 2011, assim como o Fluminense e o Cruzeiro. E digo mais: a Libertadores começa pro Timão no Domingo que vem. Vencer os próximos dois jogos e se manter a frente do Cruzeiro evitará a necessidade de encarar a pré-Libertadores. Sem contar que, se mantendo na cola do Flu, vai que, né…
  5. Depois do baque esportivo, foi bom encerrar o Domingão vendo o Paul, ainda que pela TV. E, sério, pra qualquer violonista, ainda que amador, ver o mito tocando Blackbird arrepia!
  6. Por falar em show, O Velho, do Mondo Redondo (aliás, já leram a 13ª edição? Vai lá, tá bacana!), contou por lá sobre o show dos Smashing Pumpkins no Planeta Terra. E eu que lamentava profundamente não ter assistido isso, tive quase um consolo ao saber que não tocaram 1979. Como assim? Não que eu seja do tipo de pessoa que condiciona o show a tocarem ou não tocarem minhas músicas prediletas, mas, neste caso, eu seria capaz de dizer que gosto mais da música que da banda! Isso porque eu realmente gosto de Smashing Pumpkins, hein! Mas a música é foda! Eu sairia profundamente decepcionado se fosse a um show deles e não ouvisse ela…
  7. Eu sempre comento sobre o Altas Horas nos drops… E sim, assisti o último. Mas não foi tão interessante. Apesar de que… Tá, eu confesso, mesmo não sendo fã do estilo musical, tenho uma quedinha pela Claudinha Leitte
  8. Ah! Nenhum 21 de Novembro poderá ser um dia ruim. Mesmo com os desapontamentos alvinegros. Afinal, é o dia em que comemoramos (a Si e eu) nossas bodas. Neste ano, as de papel. 🙂

anderson

One Response to “Drops do final de semana (que decidiu o Brasileirão)”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *