Depois de mais de um mês com o coração corinthiano privado das fortes emoções de sua saga sofredora, eis que, finalmente, tivemos 30 minutos de futebol. Mas foi só também.

Seja por cansaço (admissível para o primeiro jogo do ano), orientação (lembrando que o técnico é o EmpaTite), ou por vagabundagem mesmo (foi o que mais pareceu), depois do período inicial de tabelinhas e do gol olímpico de Roberto Carlos (melhor em campo), o time parou. Não conseguia ficar com a bola, cometia erros bobos. Jucilei foi o retrato do time: mostrou a qualidade que tem, jogou quando quis, mas cometeu erros bizarros por pura displicência.

De qualquer forma, para um primeiro jogo, num confronto ex-clássico, os três pontos e a boa atuação inicial é o que valem. Mas fica a preocupação pelo time ter apresentado problemas que devem se arrastar ao longo de 2011, pois são exatamente os mesmos de 2010 (até porque o time é praticamente o mesmo, um pouco enfraquecido). Quais são:

  • Retranca excessiva após sair na frente (marca dos times do Tite).
  • Displicência quase que prepotente e inexplicável.
  • Goleiro que alterna boas defesas com panes mentais que o levam a cometer aberrações, sem contar que, aparentemente, não tem conhecimento de regra de jogo.
  • Absoluta falta de reserva para o sempre doente Alessandro.
  • Falta de mobilidade (Ronaldo) e objetividade (Dentinho) no ataque, e reservas de baixa qualidade técnica (Edno, Morais, Danilo…).

Enfim, situações preocupantes, mas a lembrança daqueles 30 minutos nos dão esperanças.

Foi um sofrimento para conseguir assistir ao Timão pelo PFC. Devo ter gasto mais de três horas no total com a Atento, entre sexta e domingo, para tentar resolver o problema que já vem desde as últimas rodadas do Brasileirão. Pagar caro por um serviço que não é oferecido é de doer. Mas pior do que isso é tentar resolver o problema e ser desrespeitado, darem cinco versões diferentes para o problema, e quando ficam sem ter o que falar simplesmente desligam. NA CARA! No fim, funcionou, mas apenas no ponto adicional (no quarto – o sinal deveria estar liberado nos dois, ou principalmente no da sala). Eu só queria poder cancelar tudo! Mas até isso está difícil!

Eu queria muito poder tirar sarro da porcada pela eliminação na Copinha, que eles nunca venceram… Mas o Timãozinho não me deu muira moral pra falar nada. Menos mal que não vão ter justificativa para subir nenhum daqueles garotos para o profissional. Nivel baixíssimo!

Mas sempre dá pra tirar um torresminho dos palmeirenses. Na Copinha não deu, mas ainda teve isso. E isso!

»

anderson

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *