Em tempos em que a molecada da Internet adora exaltar a contribuição civil do quadro Proteste Já, do humorístico CQC, da Band, que tem sim seu valor, é preciso dar também o devido valor às recentes reportagens investigativas do Fantástico, da Globo. Ainda que o programa dominical seja comumente criticado pela mesma molecada.

Há cerca de um ano, vendo que estava perdendo em audiência pra a Record, a Globo decidiu investir em reportagens investigativas no Fantástico. César Tralli, Marcos Uchôa, Valmir Salaro, Jonas Campo, entre outros, já apareceram em situações que devem dar medo e orgulho a qualquer jornalista. Mas tem um cara que eu admiro em especial.

Maurício Ferraz já mostrou no programa major da PM dono de cassino, a vida boa de traficante do interior, o consumo de drogas nas raves com Parque de Diversões, contrabando de armas vindas da Bolívia, enchentes, lixos nas ruas, entre outras coisas. O trabalho do cara é muito foda! Muito ousado! E a postura dele diante de alguns bandidos flagrados nos dá até certo gostinho de vingança.

No último domingo, ele mostrou a farra dos presos de regime “semiaberto”, que saem para trabalhar, mas vão a praia, praticam crimes, e etc. Em dado momento, o repórter interpelou um deles e foi direto. Veja o diálogo:

Repórter: A gente está fazendo uma reportagem sobre o semiaberto dos presos que não trabalham, entre eles, você. Você não trabalha.
Tamiro: Eu não trabalho?
Repórter: A gente foi no seu emprego. Faz um ano que você não aparece lá.
Tamiro: Eu não. Acho que você está enganado.
Repórter: A gente mostrou. Você não trabalha.
Tamiro: Não. Acho que você está enganado.
Repórter: O que você faz então?
Tamiro: Acho que você está enganado.

E a reportagem teve consequência imediata (talvez só de faz-de-conta pra mídia, mas teve). Já na segunda, os presos mostrados na reportagem perderam o direito a regime semiaberto.

Se você não assistiu o Fantástico porque estava vendo a reportagem da Record sobre a vida do Silvio Santos, assista agora mais esse ótimo trabalho do Maurício Ferraz.

Caso contrário, veja aqui a reportagem do Domingo Espetacular sobre a vida do Senor Abravanel. É extensa, é da Record, mas vale a pena! Silvio é mito!

anderson

6 Responses to “Profissão perigo: o repórter do Fantástico”

  1. Aqui é funcionário de um CDP Belem II – está tendo uma máfia de entulhos, estão sendo descarregados diariamente diversos caminhões o dia inteiro, nele contendo entulhos, na alegação de aterrar um brejo que na verdade não existe, porem é sabido que cada caminhão o diretor está ganhando mais de R$ 100,00, isso já ocorreu anteriormente por mais de uma semana o dia inteiro e agora voltou esta mesma prática, os funcionários ficam doentes com a acumulo de poeira inalada diariamente, seus carros ficam puro pó de terras, lombadas tem que serem refeitas devido ao excesso de peso do caminhões, isso tem que acabar não aguentamos mais. Caso isso não tenha providências terei que denunciar a imprensa, só assim tomando destaque na mídia fazem alguma coisa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *