Expectativa: perder menos tempo com futebol (jogos, notícias, debates, etc).

Realidade: férias programadas para o mês da Copa.

 

Expectativa: trocar cada hora de Big Brother por uma hora de leitura.

Realidade: tentar ler ao menos um livro em 2014.

 

Expectativa: evitar discussões políticas com os amigos, e principalmente nas redes sociais.

Realidade: menos gente gostando de mim em 2014 por conta das minhas opiniões (menos mal que a recíproca já é verdadeira para a maioria dos casos).

 

Expectativa: trabalhar menos e estudar mais.

Realidade: novos compromissos financeiros assumidos devem me obrigar a trabalhar o dobro.

anderson

7 Responses to “Resoluções para o ano novo: expectativa x realidade”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *