Uma das coisas que me faz gostar da Filosofia é que sempre encontramos nela muitas reflexões sobre nossos dilemas existenciais. Mas nunca respostas. E isso é bom. Eu não sei se acontece com todos, mas eu sempre questiono os rumos que tomei, as escolhas que fiz, e se estou hoje onde deveria estar. Nietzsche provavelmenteRead more »

Onde mora a inteligência? Num livro de Nietzsche? Numa prova de Cálculo? E onde ela morre? Numa música baiana? No Domingão do Faustão? Num estádio de futebol? Minha paixão pelo futebol e meu fanatismo pelo Corinthians, qualquer pessoa que me acompanhe, que me siga, que me adicione, percebe rapidinho. E por causa dessa paixão, desseRead more »

(série esporádica de posts despretensiosos sobre histórias inusitadas, em ordem descontínua, de minha vida pacata) (texto originalmente escrito em 24/01/2005) Enquanto o lombo pendia para os céus, pós cirurgia (vide primeiro post da série), as coisas sucediam em minha vida. Incrível como aquele período me afetou, direta e indiretamente. Passei a maior parte do tempoRead more »

Eu gosto muito do formato revista (em papel mesmo). Acho uma leitura prática, boa para ser feita circustancialmente, diferentemente de livros que exigem tempo e continuidade (mas claro que também gosto deles). Muita gente argumenta que o que sai em revista “tem tudo na Internet, e de graça”. É verdade, mas o notebook é umRead more »