De novo esse assunto… Como está em julgamento pelo STF a constitucionalidade das cotas universitárias, não resisti a comentá-lo novamente. Já abordei o tema de forma direta há muito tempo atrás, ainda no blog antigo. Desde então, já mudei demais minhas opiniões (por isso preferi nem linká-lo aqui), muito devido à maturidade e aos intensosRead more »

A famosa Lei da Palmada – que proíbe que pais, professores e outros usem de castigos corporais em crianças  – tem caráter assertivo, tal como a política de cotas amplamente adotada para acesso às universidades. Há quem ache ótimo medidas assertivas e afirmativas para intervir com imediatismo em “equívocos” sociais e culturais. Eu não gosto. TenhoRead more »

Estava acompanhando um tópico por aí que seguia mais ou menos assim. Apresentaram uma piada, até que bem legal, e todos riam, até que alguém surgiu dizendo: – Ah! Mas quem escreveu isso foi fulana. – E o que tem? A piada não é boa? – Mas é que fulana é gorda… A sequência não foiRead more »

Já há alguns anos, São Carlos não permite a realização dos famosos rodeios – aquela coisa do boi pulando com um animal montado em seu lombo – tão populares no interior paulista. O argumento principal para a proibição (ou inibição, não sei ao certo) é a alegação de que os animais sofrem maus tratos. EssaRead more »

É Dilma, então, a nova presidente do Brasil. A primeira mulher, e, independente do que vier, é um orgulho presenciar essa página da história, como já havia sido um orgulho ver o operário Lula lá. A sensação não é de euforia, longe disso. Talvez não fosse sequer se a minha candidata, Marina Silva, tivesse sidoRead more »